DETRAN: HABILITAÇÃO PARA DIRIGIR CARRO OU PILOTAR AVIÃO? por Jenifer Castilho

Jefferson Severino - 19/10/2017 SC 01571 JP

DETRAN: HABILITAÇÃO PARA DIRIGIR CARRO OU PILOTAR AVIÃO?
por Jenifer Castilho
 
Você, com certeza, já viu uma cena de algum filme em que o adolescente que mora nos Estados Unidos completa 16 anos e implora aos pais para o levarem para tirar sua carteira de motorista.
 
O procedimento é simples: apesar de existir, você não é obrigado a passar por nenhuma auto escola.
 
1 – Você apresenta seus documentos;
 
2 – Faz exame de vista;
 
3 – Faz a prova teórica;
 
4 – Faz a prova de direção (que pode ser no seu próprio carro).
 
Passou? Eles te darão um documento no valor de 20 dólares para você pagar e pegar sua habilitação. Tudo isso no mesmo dia.

E no Brasil? Bem, é um pouquinho mais complicado.

Procedimentos:

1 – Você tem que ter 18 anos completos para tirar sua habilitação;

2 – Pagar de cara o DUDA que custa R$ 270,65 só para iniciar o processo. Ele tem validade de um ano.

E não esqueça! Só é aceito em dinheiro e pago através de boleto bancário. É basicamente uma propina legalizada para você ter o direito de ter uma carteira de motorista.

3 – Você vai a um posto do DETRAN com o documento da propina legalizada pago, eles verificam seus documentos de Identidade e CPF, tiram suas digitais e uma foto sua.

Depois, eles te entregam um formulário chamado RENACH (Registro Nacional de Condutores Habilitados) que só existe essa via, é sua e intransferível. Se perder terá que pagar outro DUDA e começar tudo do zero em qualquer etapa do processo.

Então, o DETRAN escolherá em qual médico e psicólogo você deverá fazer os exames.

4 – No dia do exame você paga em torno de R$ 150,00 em dinheiro vivo para o teste médico e psicológico da primeira habilitação.

Isso tudo para conversar com um médico clínico geral que acha que é oftalmologista e para desenhar pauzinhos numa folha com o psicólogo. E, preste atenção, pois se você fizer o pauzinho torto no teste, você é reprovado e terá que pagar mais R$ 150,00 para refazer o “exame”. Se o médico burocrata achar que você tem que utilizar óculos, você está ferrado, terá que voltar nele usando óculos e com o laudo de um oftalmologista. Além de, é claro, pagar os R$ 150,00 em dinheiro vivo na hora do seu retorno ao médico burocrata.

5 – Finalmente, você pode se matricular na autoescola.

É por volta de R$ 1200,00 e obrigatório.

6 – De início são 45 horas/aulas teóricas que você é obrigado a assistir numa sala da autoescola com controle de presença biométrica do governo.

Lembra que eles colheram suas digitais?

Entre uma hora/aula e outra os alunos têm cerca de 5 minutos para irem ao banheiro, beber água e comer senão o sistema não valida a sua impressão digital que tem que ser colocada no início e no fim de cada hora/aula.

Você só pode assistir no máximo 10 horas/aulas por dia. Se quiser terminar isso tudo em uma semana, terá que fazer uma maratona na autoescola de segunda à quinta-feira 10 horas diárias e na sexta-feira 5 horas.

Acredite, muitas pessoas fazem isso só para acelerar esse processo angustiante.

7 – Você terá que marcar a prova teórica na autoescola e fazê-la em um posto do DETRAN que eles indicarem pra você.

Isso dura cerca de 1 ou 2 semanas, ou até mais. Nessa prova, você responde 30 perguntas, das quais tem que acertar 21 delas, se conseguir estará apto a começar as aulas de direção na sua autoescola que o governo obrigou você a contratar.

8 – Nas aulas de direção, você é obrigado a ter cinco horas em um simulador de automóvel.

Isso mesmo, parece que você vai tirar um brevê de piloto.

9 – Depois do simulador, você terá 25 horas de direção com um carro de verdade, adaptado para o instrutor ao seu lado poder controlar o carro através dos pedais instalados no banco do passeiro.

Das 25 horas de direção, 5 horas são obrigatoriamente em horário noturno.

10 – Feito as aulas práticas, a autoescola marcará sua prova prática de direção e claro, o governo escolherá o melhor dia e o horário para você. Isso pode demorar 30 à 60 DIAS.

11 – Foi aprovado na prova prática? Depois de 5 dias úteis a contar da data da aprovação da prova, você pode pegar a sua carteira de habilitação no posto do DETRAN que você se inscreveu.

Mas não se anime tanto assim. A primeira carteira de habilitação não é uma carteira de habilitação. Ela é apenas uma permissão que o governo dá para você dirigir. Ela tem validade de 1 ano.

Se você levar uma multa, já era, terá que fazer o processo todo de novo do zero. Ou seja, depois de tirar a habilitação é melhor você ficar longe do carro por um ano para poder pegar sua verdadeira carteira de habilitação. Aí sim, poderá comemorar e dar uma volta no seu carro.

Se você for reprovado em qualquer etapa do exame teórico ou prático terá que pagar uma taxa de reexame que custa hoje R$ 101,16.

Tempo estimado para tirar habilitação: 

De 90 à 120 dias se tiver sorte e se dedicar a isso. Pessoas comuns e muito ocupadas podem levar de 7 a 10 meses.

Valor total para tirar a habilitação no Brasil:

R$ 270,65 do DUDA + R$ 150,00 do exame médico e psicológico mais + R$ 1200,00 da autoescola. Vai gastar em torno de R$ 1620,65. Isso sem contar os seus custos como passagem de ônibus e/ou alimentação para frequentar a autoescola nas aulas teóricas e práticas e para fazer os exames médico e psicológicos.

Você realmente ficará preso durante 10 horas em uma sala de aula comendo fandangos e tomando água porque almoçar, só se você pedir para entregar comida. E, sim, algumas pessoas fazem isso.

E aí, se animou para tirar sua carteira de habilitação no Brasil?

Comentário do blog: O leitor ufanista ou muito esperançoso ainda poderia tentar argumentar que todo esse processo brasileiro é pela nossa própria segurança. Mas aí ele teria que se resolver com os fatos. Morrem, no Brasil, umas 50 mil pessoas por ano em acidentes de carro, para uma população de 200 milhões. Nos Estados Unidos morrem cerca de 30 mil, para uma população de 300 milhões (e lembrando que, na média, americano tem mais carro do que brasileiro). Ou seja, por habitantes o Brasil tem o dobro da taxa de mortes por acidente de carro, mas por veículo é quase o quádruplo. Veja aqui. E detalhe: minha filha nem completou 16 anos, mas já está dirigindo, com 15 anos, o que é permitido com a presença de um adulto responsável. E já sobre o que acontece depois da carteira, melhor nem falar. O brasileiro paga milhares de reais de IPVA para circular em ruas que parecem queijos suíços, enquanto aqui nos Estados Unidos custa alguns dólares, tudo resolvido pela internet, e seu selo chega por correio. Brasileiro é otário?

FONTE





« Leia outros artigos